Planeta Azul

Rio Negro e Solimões

Tom: C
                                                
Base:   Am       G      F       Am       G           F        (Am){voz} 
 
     e|---7-8-7/8/7--------------|---7-8-10-7--10-7--8-5-8-5---5-| 
      |                          |                               | 
Solo:B|-10---------10-8-10--8-10-|-10--------10----10---6---6-8--| 
      |                          |                               | 
     G|-------------------10-----|-------------------------------| 
(Am) G F C a vida e a natureza sempre à mercê da poluição G se invertem as estações do ano F C faz calor no inverno e frio no verão G os peixes morrendo nos rios F C estão se extinguindo espécies animais G e tudo que se planta, colhe F C o tempo retribui o mal que a gente faz F G onde a chuva caía quase todo dia C já não chove nada G F o sol abrasador rachando o leito dos rios secos C sem um pindo d'água G quanto ao futuro inseguro F C será assim de norte a sul G a terra nua semelhante à lua F o que será desse planeta azul? G F C G Am G F Am o que será desse planeta azul? G F o rio que desce as encostas já quase sem vida C G parece que chora, num triste lamento das águas F C ao ver devastada a fauna e a flora. G é tempo de pensar no verde F C regar a semente que ainda não nasceu, G F deixar em paz a amazônia, preservar a vida, C F estar de bem com Deus. Onde a chuva caía ....

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar