Caboclo Sertanejo

Reinaldo Cordeiro

Tom: A
A                E      D      E        A 
Sou caboclo sertanejo Nascido lá no sertão 
                      E           D    E        A 
Pra cantar modas de viola sempre foi minha inclinação 
 A7        D                                   A 
Quando ouçou uma viola duas vozes cantando macio 
A                   E        D              A 
Meu coração bate forte meu corpo dá um arrepio 

A                      E        D       E        A 
Meu sangue é de sertanejo que corre na flor da pele 
                  E           D    E        A 
Pra defender o caboclo enfrento qualquer duelo 
A7   D                                   A 
no braço dessa viola vou defender meu sertão 
A                          E        D    E       A 
tudo que o Brasil tem de belo Não cabe nesta canção 

A                    E        D    E           A 
Quando abraço esta viola encosto ela em meu peito 
                   E         D       E        A 
Eu te agredeço meu Deus por ter me dado este jeito 
A7   D                                   A 
A musica nasce da alma penetra nos corações 
A                    E           D     E      A 
São sentimentos profundos que trazem recordações 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar