Mulheres da Terra

Pena Branca e Xavantinho

Tom: D
Intro.: D A D A 
 
D                    G 
E lá vai Maria canavieira 
                A                   D 
Sem eira e sem beira mas vai trabalhar 
                                A 
De manhã cedinho pega o pau de arara 
                           D 
Vai e mete a cara no canavial 
                                G 
Sem jeito e abatida se vai pela vida 
              A               D 
Quebrando o orvalho do carreador 
                            A 
Maria imagina as panelas vazias 
                             D 
Engole a saliva e soluça de dor 
 
                    G 
He, He, He, He, He, He 
             A                    D 
Trabalha e batalha de noite e de dia 
                             A 
Muita fé em Deus, coragem Maria 
                                        D 
Porque chega o dia em que o trem vai virar 
                    G 
He, He, He, He, He, He 
            A                   D  
Domingo tem bola que é preciso festa 
                                 A 
Pra esconder a fome e amarrar a besta 
                              D 
E cantar pra vida para não chorar 
 
                              G 
Lá vem o feitor, grita com Maria: 
              A               D 
'Tu tem sete crias para sustentar' 
                             A 
Aquelas palavras ferem como flecha 
                                D 
Que o veneno deixa no corpo a matar 
 
                    G 
He, He, He, He, He, He 
             A                    D 
Trabalha e batalha de noite e de dia 
                             A 
Muita fé em Deus, coragem Maria 
                                        D 
Porque chega o dia em que o trem vai virar 
                    G 
He, He, He, He, He, He 
            A                   D  
Domingo tem bola que é preciso festa 
                                 A 
Pra esconder a fome e amarrar a besta 
                              D 
E cantar pra vida para não chorar 
 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar