Meu Velho Carro de Boi (Primeira Cantiga)

Pena Branca e Xavantinho

Tom: E
E                  A 
Meu velho carro de boi 
               B7 
O seu tempo já foi 
             E 
E não volta mais 
                    A 
Ficou gravada a lembrança 
            B7 
Da primeira guia 
            E          
Até os cabeçais 
    A                 E 
De quando morava na estância 
            B7 
Ganhei de herança 
             E 
Do meu velho pai 
 
E                  A 
Mas com o tempo passado 
            B7 
Já muito cansado 
               E  
Deixei de carrear 
                      A 
Quando eu vejo um carreiro 
                B7 
Gritar com a boiada 
             E 
Eu pego a chorar 
    A                E 
Meu velho carro encostado 
               B7 
E um triste passado 
               E 
Nem posso alembrar 
 
E               A 
Hoje aqui na estância 
               B7 
Só tenho a lembrança 
                E 
e a triste solidão 
                     A 
Meu velho carro escostado 
            B7 
parece que sente 
         E  
a separação 
   A              E 
que o sereno destruia 
              B7 
e assim despedia 
             E 
do velho sertão 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar