Saudades Da República

Luiz Ayrão

Tom: D
Intro: D  Em  A7  D 

D  Em      A7  D 
República, república 
          G              A           D            A    D 
Ai que saudades dos meus tempos de república (2x) 
D                  Em 
Chegava de porre no quarto  
   A7                  D 
Cantando chorinho e sambão  
                    Em 
Acordava no meio da noite  
   A7                 D 
Fazendo a maior confusão  
                        G 
A camisa que eu mais gostava  
    A7                  D 
Enxugava o chão do corredor  
                      Em 
E uma meia da mulher amada  
            A7                D 
Era lá na cozinha o melhor coador 

D                    Em 
Livro emprestado não vinha 
         A7             D 
E o que vinha não ia também  
                        Em 
Tomava o dinheiro emprestado  
   A7                D 
Depois não pagava ninguém  
                     G 
Nota baixa tirava de letra  
    A7               D 
Na roda de samba e batida  
                       Em 
E brigava sem ser carnaval  

           A7                D 
Se falasse mal da portela querida 

                          Em 
Requeijão que mamãe me mandava  
   A7            D 
Sumia sem nêgo saber 
                     Em 
A pelada era de madrugada 
     A7                D 
Com bola de não sei o quê     
                      G 
Esse tempo agora é passado  
       A             D 
Foi um doce de felicidade  
                         Em 
Pois agora a barriga burguesa  
              A7              D 
Atrás de uma mesa chora de saudade 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar