Espinhos

Euber Medrado

Tom: F#m
Intro: F#m7 E/G# A  E/G# F#m7 E/G# G#4 G# 

C#m              C#m7 
Há espinhos, sim 
       A/F#        Am7   C#m     G#7 
Na caminhada longa podes vê-los 
C#m              C#m7 
Há espinhos, sim 
       A/F#     Am7       C#4    C#m7 
E eles vem de encontro ao vento.  
    B7        F#m7 
Envenenam e sufocam 
  C#m         A 
Inflamam e machucam 
     G#4        G#7     C#m   G#/D# 
Resistí-los impossível é!  

        A 
Deixa a cruz te trabalhar  
      B 
Nos espinhos que pisar 
        G#4            G#7       G#4   G#7 
Só pela graça é que os pode suportar. 
        A 
Deixe a graça te invadir 
        B 
Pros espinhos aguentar 
           G#4      G# 
E se há coroa de espinhos. 
   A                    B 
É Cristo quem os pode retirar  
   A                    B 
É Cristo quem os pode retirar  
   A                    B4     B 
É Cristo quem os pode retirar  

Solo: F#m7 E/G# A  E/G# F#m7 E/G# G#4 G# 

C#m              C#m7 
Há espinhos, sim  
       A/F#        Am7   C#m     G#7 
Por toda terra espalhados podes encontrar 
C#m              C#m7 
Há espinhos, sim 
       A/F#        Am7              C#4    C#m7 
E amontoados todos juntos passam a arranhar 
    B7        F#m7 
Envenenam e sufocam 
  C#m         A 
Inflamam e machucam 
     G#4        G#7     C#m   G#/D# 
Será que resistí-los impossível é! 

        A 
Deixa a cruz te trabalhar  
      B 
Nos espinhos que pisar 
        G#4            G#7       G#4   G#7 
Só pela graça é que os pode suportar. 
        A 
Deixe a graça te invadir 
        B 
Pros espinhos aguentar 
           G#4      G# 
E se há coroa de espinhos. (2x) 
   A                    B 
É Cristo quem os pode retirar  
   A                    B 
É Cristo quem os pode retirar  
   A                    B4     B 
É Cristo quem os pode retirar  

Final: F#m7 E/G# A Ab/C C#m B/D# C#4 C#m7 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar