Reinas Soberano

Eduardo Mano

Tom: E
Intro: E4  E  C#m  A 

    E     B         A       C#m 
Tua luz invadiu a escuridão 
                   A 
Que havia em meu viver 
    E         B 
Teu perdão consentiu 
        A     C#m            B 
Que meu coração voltasse a bater 

C#m             B 
Estava morto em meus delitos 
A 
Eu já não tinha paz 
C#m           A              B 
A esperança estava longe de mim 

    E    B       A 
Mas Tu vieste e abriste a porta 
  E          B       A 
Entraste, limpaste meu ser 
 E     B     C#m    F# 
E hoje reinas soberano 
   A         B      E4  E  C#m  A  
No trono que há em mim 

C#m             B 
Estava morto em meus delitos 
A 
Eu já não tinha paz 
C#m           A              B 
A esperança estava longe de mim 

    E    B       A 
Mas Tu vieste e abriste a porta 
  E          B       A 
Entraste, limpaste meu ser 
 E     B     C#m    F# 
E hoje reinas soberano 
   A         B      E C#m A 
No trono que há em mim 

    E    B       A 
Mas Tu vieste e abriste a porta 
  E          B       A 
Entraste, limpaste meu ser 
 E     B     C#m    F# 
E hoje reinas soberano 
   A         B      E4  E  C#m  A 
No trono que há em mim 
   A         B      E4  E  C#m  F# 
No trono que há em mim 
   A         B      E 
No trono que há em mim 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar