Tutorial

Método para Solos - Módulo I

Enviado por alexdiffer

Apresentação




Metodo para Guitarra

Módulo I

Apresentação

Olá desenvolvi este método voltado para solos para iniciantes intermediários e avançado

Com este método você não vai aprender somente os solos você vai aprender também a teoria, técnicas e acordes maiores, menores, diminutos, aumentados, tríades, tétrades e muito mais neste primeiro módulo desenvolvo a teoria básica.

Posteriormente no segundo módulo estarei apresentando técnicas da guitarra, escalas maiores e menores, pentatônicas e de blues, escala cromática, como escolher seu instrumento e um pouco de aparelhagem técnica para aqueles que desejam acompanhar a tecnologia das guitarras; Agora vou falar um pouco de mim, sou de São Paulo, tenho 16 anos embora não pareça, sou músico a três anos, toco violino, violão, guitarra e contra-baixo, e ainda quero aprender viola e cavaco para me especializar em “cordas”(nome dado a formação daquele que domina instrumentos de corda na maioria os mais populares).

Tinha uma banda porém não redeu tudo oque tinha que render por falta de interesse dos demais integrantes, agora trabalho como freelancer, ou seja, faço participações em bandas de apoio, que por sua vez são aquelas que acompanham cantores solos como por exemplo: Fábio Jr, Roberto Carlos, Kid Abelha e duplas como Zezé Di Camargo e Luciano e etc.

O músico

O verdadeiro músico não se prende a um estilo de música, claro que todos temos nossas preferências eu particularmente prefiro o ROCK, mas  o mundo não gira em torno do Rock, e sim da música, falando no sentido musical, é preciso escutar desde Mpb até Hard Core, é preciso buscar coisas novas e adicionar ao que parece impossível, pois é possível buscar inspiração em MPB para compor rock; Um exemplo é Eric Clapton em um depoimento a uma dessas revistas de guitarra:

Eric: Tive a oportunidade de ver um Show de João Gilberto e quando voltei pra casa me senti muito inspirado e naquela hora compus Reptile. Percebeu que até grandes nomes do rock se inspiram na nossa música, agente tem um grande número de bons músicos no Brasil, porém aquela velha mania de vangloriar americanos nos impede que criemos algo da nossa realidade musical, por exemplo: pegue a música que você mais gosta em inglês

Agora pegue a letra traduzida dela e no fim você irá concluir que aquela música nacional boba e sem rima que você não dá lá muita bola foi muito mais criativa que aquela que você mais gosta, é tudo questão de feeling, quer dizer, você não entende o que a música diz  mas você a interpreta com seus sentimentos, e por isso ela te agrada tanto.    

Quando você terminar de estudar as escalas é essencial que você treine e apure seu feeling, pois é disso que o guitarrista vive é isso que te motiva a se aprofundar mais, agora se você não tem este sentimento de estar mais próximo dos céus, ali quase sentado do lado do manda chuva, desista por aqui pois será em vão todo o trabalho desenvovido.