Rio de Whisky

Matanza

Tom: G
Começa com um solo de banjo e depois com um solo de guitarra 
 
Deixa soar G 
 
G               C 
Lá de cima onde desce o rio de whisky 
  G                     D 
E até lá embaixo nos campos de algodão 
G                C 
São as terras do velho doido Willie 
G                    D          G 
Pior da família, matador e beberrão 
 
C           G 
Country hardcore no celeiro 
C                  G 
E tudo o que há de ruim no Tenessee 
G                  C 
Do mais fundo e obscuro lado negro 
G              D                  G 
Ye Ole Thunder Dope Hardcore Jamboree 
 
Solo de banjo 
 
C 
Dia treze, meia-noite, sexta-feira 
G 
E o baile começando em pleno ritual vodu 
C 
Do índio escalpelado o que sobrou foi a caveira 
A                       D 
Servindo de garrafa com sangue de belzebu 
C 
Com o uivo do coiote em lua cheia 
G 
E os ventos da má sorte que sopram do Dellaware 
C 
Todos os ladrões de banco que fugiram da cadeia 
A                         D 
Dando tiro pro alto, bebendo e batendo o pé 
 
by Heitor {ov0} Loureiro - Juiz de Fora - MG 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar