A Valsa De Águas-Vivas

Dance of Days

Tom: D
intro: 
 
 
 
(D A G B) 
Eu faria tudo outra vez 
se soubesse que ouviria o eco responder 
a tudo aquilo que, 
por noites em claro busquei no radar 
mas as antenas não traziam nada.  
Então fiz da estática 
 
(D C# Em B G)  
o mar em que, 
com cinzas nos pulmões, 
afoguei as mágoas 
por não escutar nas conchas as ondas 
e acabei me enforcando 
em freqüências sem sinal. 
 
(D A G B) 
Terminar seria o fim 
se não fosse uma variável 
nos beijos de quem 
transmite em línguas que eu não sei. 
E eu não tenho a tecla SAP 
para poder ler entre as linhas 
quando o sal distorce  
 
(D C# Em B G) 
a visão 
e entre bolhas tento soltar meus pés e 
as algas querem dançar 
só mais uma valsa.  
'Somos um casal rodando 
entre as águas-vivas.' 
 
(D A G B)  
Laocoonte não conseguiu 
conectar seu computador 
e serpentes do mar 
não lhe deixaram gravar seus avisos 
pois as caixas postais estão lotadas. 
Ninguém dá ouvidos a Cassandra, 
pois Helena, 
todos contemplam teu sorriso. 
 
(B G A)abafado  
E eu já não ouço a banda tocar, 
em teus braços me deixo levar 
e meus dedos desenham círculos na areia 
 
(D C# Em B G) 
E há quem diga 
que nem o mais profundo mar 
conseguiu limpar o brilho nos olhos 
e o sorriso tão ímpar desta Mona Lisa. 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar