A Minha História

Zezé di Camargo e Luciano

Tom: G
INTRO: ( G  G/C  G )  C  D  G  G/C  G 
 
G                                    C       D 
Um dia me vieram à cabeça algumas palavras e  Eu as coloquei  
       G G/C  G                                     C  
num papel      e vi que aquelas palavras eram uma poesia.  
      D                                G   
Uma poesia que falava exatamente como sou, exatamente  
        C         D                                 G    G/C   
como penso, exatamente como eu quero que você me conheça 
G             G                      C 
 Quando eu nasci Deus me deu, uma sublime missão,  
              D                              G 
Falar o que o povo sente, das coisas do coração.  
    G                                       C 
Me fez amigo das rimas das noites, das madrugadas.  
          D                              G 
Me deu o dom de escrever e essa voz abençoada.  
              G                                   C  
Ele me deu o amor das pessoas e desse amor sou submisso  
                  D                              G 
Porque o homem é feito de sonhos, ideais e compromissos 
               G                                 C 
Sou poeta das coisas simples, pois a vida me ensinou  
                D                               G 
Eu já falei da terra, mato, de bem-te-vi, de beija-flor 
       G                          C 
Já contei muitas histórias, cotidiano banal  
                 D                     G 
Sou matuto, sou nato, rio em curso natural  
     G                                C  
Tem gente que não gosta, fala mal do nem viu 
              D                                    G    G/C G  
Mas, quem critica o que canto, hâ, não conhece o Brasil   
 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar