O Amor E O Asilo

Trio Parada Dura

Tom: D
      D                                     A 
Eu tinha apenas vinte e cinco anos 
                       D                           A 
Quando completamos um ano de casado 
                      D                        A 
Foi com uma briga que comemoramos 
                E 
O dia que era para ser sagrado 
                   D                          A 
Talvez por ciúme ou talvez por outro 
             D                     A 
Só sei dizer que fui abandonado 
               D                          E 
O que restou para a triste lembrança 
                 D                       E 
Em um pequeno fio de esperança 
              (D)                  (E)        (A) 
Só as alianças com os nomes gravados 

 D                                               A 
Sem rumo na vida tornei-me um farrapo 
                              D                       A 
Depois que o meu grande amor foi embora 
                        D                           A 
Quantos planos bons para o nosso futuro 
                        E                      D 
Com sua partida morreu sem demora 
              A                          E 
Para amenizar minha grande dor 
                 D                               A 
Para os botequins fui na mesma hora 
                    D                            E 
Quando os amigos me perguntavam 
                  D       A      D        A 
Por que a minha vida transformava 
                         (D)       (E)        (A) 
Nem mesmo eu sabia contar a estória 

D                                                      A 
Por mais que eu tentasse fugir da verdade 
                     D                      A 
Eu não encontrava forças pra agir 
                     D                   A 
Pois não era fácil aquele sufoco 
                E                        D 
Então eu bebia pra de mim fugir 
                     A                          E 
Quando eu acordava em plena calçada 
                    D                    A 
Ouvindo as ofensas a me atingir 
                         D                      A 
Eu que era um homem de tanta moral 
             D                           E 
Hoje envolvido em todo este mal 
                          (D)           (E)    (A) 
Com o pranto no rosto tinha que engolir 

   D                                            A 
Fui ficando velho perdi minhas forças 
                  D                           A 
Sem uma pessoa pra de mim cuidar 
                          D                              A 
Foi quando um alguém me disse com pena 
                  E                       D 
Eu vou conduzi-lo para um lugar 
                    A                        E 
Foi lá que eu vi pessoas como eu 
                      D                              A 
Até quem eu nunca esperava encontrar 
                 D                    A 
Cuja as alianças que nos uniu 
                 E                    D 
Depois de tantos anos serviu 
                         (E)        (A)     (D) 
Pra dizer que o asilo é o nosso lar. 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar