Coisas da Vida

Rita Lee

Tom: D
D          A        G             D                G
Quando a lua apareceu ninguém sonhava mais do que eu
        D           F#             G        A4/7    A
Já era tarde, mas a noite é uma criança distraída
D           A         G              D              G
Depois que eu envelhecer ninguém precisa mais me dizer
            D         F#          G         A4/7    A
Como é estranho ser humano nessas horas de partida
D            E   A              G       F#m         F       A4/7
É o fim da picada, depois da estrada começa uma grande avenida
D            E   A              G       F#m         F       A4/7
No fim da avenida, existe uma chance, uma sorte, uma nova saída
D            E   A              G       F#m         F       A4/7
São coisas da vida, e a gente não sabe se olha, se vai ou se fica
F#          B   F#             B   G#       C#
Qual é a moral, qual vai ser o final  dessa história
(F#)
Eu não tenho nada prá dizer, por isso digo
Que eu não tenho nada prá perder, por isso jogo
A                             A4/7       A
Eu não tenho hora prá morrer, por isso sonho
D           A             G    F#m    F    A4/7
Ah, ah, ah, são coisas da vida
D          A            G         F#m      F      A4/7
Ah, ah, ah, e a gente se olha e não sabe se vai ou se fica

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar