De Alma Serrana

Porca Véia

Tom: A
Intro: D  A  D  A  2x  

    D                     A  
Me criei espichando a cordeona 
                               D    Dcom o dedo mindinho   
Nos bailes do pago levando alegria 
                           A 
A emoção do meu verso se adona 
                                   D 
Cantando a confiança nos melhores dias 
        G 
Sou mais um dos gaiteiros da serra 
            D                    G 
Que ganha o mundo taureando os invernos 
      A                  D    
Não renego jamais minha terra 
               A              D  
Meu velho pontão nos sonhos eternos 2x 

A Minha alma é serrana D Cheirando alecrim A Eu sou criado em cima da serra D Agradeço essa terra que me fez assim 2x
D A D A 2x A Abro a gaita com toda a certeza D Dcom dedo mindinho Não invento nada conheço o que faço A Quando canto espanto a tristeza D E as manchas da vida desmancho a gaitaço G D G Sou gaiteiro de alma serrana não tenho preguiça se for pra tocar A D Se é preciso passo uma semana A D Abraçado na gaita pra o povo dançar 2x
A Minha alma é serrana D Cheirando alecrim A Eu sou criado em cima da serra D Agradeço essa terra que me fez assim 2x
D A D A 2x D A Até entendo a moderna tendência D Dcom o dedo minzinho Mas não me maneio sou independente A Não comungo só com aparência D E pra matar a sede bebo na vertente G Criticar o progresso não posso D G Pois ninguém escapa da evolução A D Mas por que não manter o que é nosso A D E olhar pro futuro de cuia na mão 2x
A Minha alma é serrana D Cheirando alecrim A Eu sou criado em cima da serra D Agradeço essa terra que me fez assim 2x
D A D A 2x Final

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar