Sina de Gaiteiro

Os Monarcas

Tom: C
D B7 Em D Am B7 Em 
 
 
                    C          D7            G 
Os botões da velha gaita vão semeando melodias 
                     B7                     Em 
Que dos dedos do gaiteiro rebrotam em harmonia 
                  C         D7       G 
Pedem vaza ao universo essas notas araganas 
                     B7                         Em 
Campeando amores perdidos nos braços das quero manas Bis 
 
                    D7                      G 
Se o tranco do fole lembra de mágoas e desencantos 
                   B7                      Em 
Como chinas desprezadas choramingam pelos cantos  Bis 
 
             D  C    B7                       Em 
(E quando o dia pede cancha num vaneirão derradeiro 
                   B7                         Em 
Tramela aporta do rancho e cala a gaita e gaiteiro 
                   B7                         Em 
Tramela aporta do rancho e cala a gaita e gaiteiro) 
Int. 
                    C           D7        G 
Os botões da velha gaita vão semeando melodias 
                     B7                     Em 
Que dos dedos do gaiteiro rebrotam em harmonia 
                 C               D7           G 
O braço rude do taita num vai e vem quase em coro 
                    B7                     Em 
Nesta prosa de mão dupla ajeita mais um namoro  Bis 
 
                    D7                           G 
Essa é a sina do gaiteiro que ao se abraçar a parceira 
                      B7                         Em 
Dá de graça essas venturas que campeou a vida inteira  Bis 
( ) 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar