Maldito Hippie Sujo

Matanza

Tom: Em
Introducão: 

e|----------------|--------------| 
B|----------------|--------------| 
G|----------------|--------------| 
D|--8-8-8-7--5---5|-2-----2-----2| 
A|-------------7--|-2-----2-----2| 
E|----------------|-0-0-0-0-0-0-0| 

e|-----------------|--------------| 
B|-----------------|--------------| 
G|-----------------|--------------| 
D|--8-8-8-7--5-----|-8-----8-----8| 
A|-------------7--5|-8-----8-----8| 
E|-----------------|-6-6-6-6-6-6-6| 

e|--------------|------------------------| 
B|--------------|------------------------| 
G|--------------|-9--12--9-----9---------| 
D|-2-----2-----2|-----------12-------9---| 
A|-2-----2-----2|-----------------12-----| 
E|-0-0-0-0-0-0-0|------------------------|
Em Ei patrão, olha só quem vem ali A#5 O hippie da cidade não quis ir embora não Em C Não dá pra acreditar que ele ainda está de pé Em C Em E caminhando em nossa direção Em Foi muita coragem ter aparecido aqui A#5 De certo a nossa língua não entende muito bem Em C Sempre que dissermos 'saia' é pra sair Em C Em Mas se quiser ficar, pois bem Refrão A G Em A discussão é natural em qualquer desentendimento A G Em E tudo é só questão de opinião A G Em Exatamente como eu estava lhe dizendo C Maldito hippie sujo Em Saia já daqui! Em Ei patrão não sei mais o que fazer A#5 Quanto mais eu bato nele, mais ainda ri de mim Em C Ta lá desde ontem pendurado pelas mãos Em C Em E nem parece achar ruim Em Ei seu hippie imundo, o que há de errado com você? A#5 Querendo esculhambar com a tradição do nosso povo Em C Pega o marcador de gado lá pra gente ver Em C Em Se ele vai aparecer aqui de novo Refrão Em Ei patrão, não sei como lhe dizer A#5 Mas eu vi mais de quarenta deles vindo pelo rio Em C Sei que lá no alto na estrada tinha uns cem Em C Em E ali no pasto, mais de mil Em E o hippie se levanta e diz: 'agora é minha vez!' A#5 Quero que vocês, porcos, ouçam muito bem Em C É bom que amem mesmo a terra de vocês Em C Em Pois daqui não vai sair ninguém A G Em Em pouco menos de uma hora já estavam todos mortos, A G Em Todos espalhados pelo chão A G Em De tudo isso resta o ódio como herança, C Nada de esperança Em Só mais uma historia e que não acaba aqui

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar