Filho Sem Sorte

Kara véia

Tom: A
A                      E 
  Eu sou um filho sem sorte 
                    F#m 
Que só nasci pra sofrer 
                   D 
Vivo tiste, abandonado 
                  A 
Sofrendo sem merecer 
                     E 
P'ra mim não existe festa 
               D 
Uma vida feito esta 
      A            E 
É muito melhor morrer 


A                        E 
  Quando eu tinha quatro anos 
               F#m 
Minha mãe adoeceu 
                   D 
Papai fez todos esforços 
                       A 
Comprou remédio e lhe deu 
                    E 
P'ra minha infelicidade 
                   D 
Eu fiquei na orfandade 
                     A               E 
Não teve jeito e morreu 


A                  E 
  Só ficou eu e papai 
                 F#m 
Na maior latentação 
                   D 
P'ra me ajudar sofrer 
                    A 
Não ficou nenhum irmão 
                      E 
Fiquei sem prazer na vida 
                    D 
Perdi minha mãe querida 
                       A                E 
De mim 'nun' 'tá a benção 


A                         E 
  Portanto, quem não tem mãe 
                  F#m 
Só nasce para sofrer 
                      D 
Passa a noite sem dormir 
                   A 
Passa o dia sem comer 
                   E 
Sua caminha é o chão 
                  D 
Seu consolo é um pão 
                      A          E 
Quando acha quem lhe dê 


A                     E 
   Os outros meninos passam 
                     F#m 
Por perto de mim mangando 
                      D 
Porque têm roupinhas novas 
                          A 
E as minhas velhas se rasgando 
                    E  
Aumenta meu sofrer mais 
                    D 
Se eu tivesse meus pais 
                   A                  E 
Não vivia assim penando 



A                   E 
   Se eu tivesse mamãe 
                    F#m 
Não sofria tanto assim 
                   D 
Eu só tenho quatro anos 
                       A 
Meu Deus, que será de mim? 
                   E 
Aumenta minha tristeza 
                  F#m 
Parece que a natureza 
                  A                E 
Está separada de mim 



A                      E 
    De dia eu fico contente 
                     F#m 
À noite eu sinto agonia 
                  D 
À noitinha ao deitar 
                     A 
Na terra molhada e fria 
                   E 
E quando vou 'adornando' (Nota do cifrador {1} : favor vejam essa palavra, e, se nescessário, corrijam) 
                  D 
Sonho mamãe me botando 
                  A             E 
Em uma caminha macia 


A                        E 
    Eu acordo e não vejo ela 
                F#m  
Aí começo a chamar 
                   D  
Mas ela não me responde 
                        A 
E volto p'ra o mesmo lugar 
                 E 
De manhã procuro ela 
                   D 
Depois acendo uma vela 
                 A               E 
E aí começo a rezar 


A                  E 
   Eu rezo para mamãe 
                   F#m 
P'ra o meu papai amado 
                   D 
Porque sou pequenininho 
                 A 
Nesse mundo separado 
                E 
Agora vou terminar 
                     D 
Peço p'ra não desprezarem 
                    A             E 
Os filhinhos abandonados 


A                 E 
   Agora vou terminar 
                     D 
Peço p'ra não desprezarem 
                    A                     E 
Os filhinhos abandonados 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar