La Invernada Hornero

Joca Martins

Tom: Em
Intro: Em C B7 Em B7 Em E7 Am D7 G C F B7 Em  
  
                                        C         B7  
Vem da invernada dos tempos rasgando olheiras de sol  
                                                   Em  
As patas cortam os ventos, no sangue um velho arrebol  
                                    C        B7  
Assim chegou no Rio Grande para o gaúcho saudá-lo  
                                                   Em   B7  Em  
Desde então, por onde ande, Hornero é o rei dos cavalos  
  
                                                 B7  
Imprime à estirpe essa imagem, sua função sem igual  
                                   Em  
Morfologia e coragem numa fusão ideal  
                                           C    B7  
Surgem campeões para o freio em dinastias de irmãos  
                                              Em  
Arunco, nobre, faceiro, olvido, inteiro e brasão  
                  C     B7                         Em  
Tantos mais nesse entreveiro e outros que ainda serão  
  
                           Am7      D7                   G  
(E  assim, La Invernada Hornero morreu, ficando em seu clã  
 C                     Am         B7              Em  
Segue a correr nos potreiros das gerações do amanhã  
                      Am7       D7               G  
Deixem que a lua entordilhe lá nas lonjuras do azul  
   C                Am   B7                Em  
Ficou um pouco do Chile nessas manadas do sul)  

  
                                    C         B7  
O pago inteiro padece, faz-se um silêncio de galos  
                                                Em  
Qualquer gaúcho entristece quando se vai seu cavalo  
                                    C         B7  
Meu coração bateu asas pra se esconder na poesia  
                                             Em  E7  
E um João-Barreiro fez casa numa cocheira vazia  
  
  E7                Am7        D7           G  
Quando um BT se aproxima, com sua marca no couro  
    C                Am      B7          Em         
Eu vejo Hornero por cima da sua prole de ouro  

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar