Gruta Do Acaiá

Jamaika Adriano

Tom: Bm
Bm 
Ô mãe eeee... 
F#m 
Ô o mar... 
Em 
Ai de ser 
G          A       Bm... 
O meu lar 

( Bm   F#m   Em   G   A) 
Não acreditava no poder da criação 
Subestimei o Deus que ali põe sua mão 
Não imaginava que debaixo deste chão 
A luz entrava e apoiado a escuridão 
Eu vi um facho de néon 

Fui conhecer gente batuta 
Convidaram-me pra uma gruta 
 E após sofrer com a labuta 
Tive a certeza, que vale a pena o fim da luta 

(refrão) 

O mar ali, era perfeito 
E eu to contando do meu jeito 
Chega me dar um frio no peito 
 E a minha viola que era algo indispensável não está aqui. 

Olha esta luz me convidando 
E eu sinto o corpo quase entrando 
 E eu lhe pergunto a te quando 
Você vai viver, aquela vida sem por que 
Ooo mãe... 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar