Coça Barriga 2

Fausto Bordalo Dias

Tom: G
Intro: G 

G	C 
Eu venho das horas do di	abo 
G	C 
venho mais negro do que a vida	 
B	Em 
quem me deitou um mau olh	ado 
A 
com a boca posta de	lado 
Dsus4	D 
com sete pragas rangidas		 
G 
não foi bruxo 
C 
nem feiticeira	 
G 
namoradeira	 
C 
nem foi Deus nem foi Belzebu	 
lá estás tu 
B	Em 
foi esta cidade esse muro	 
A 
aquele estranho fu	turo 
Dsus4	D 
a tropeçar na avenida		 
G	C 
eu já me lancei na be	bida 
E 
trago o corpo esqui	nado 
Am 
a insinuar um bail	ado 
C 
vou-me rir muito	 
F 
vou gozar mais	 
E 
vou cantar o sol-e-	dó 
F 
perder-me em doses fat	ais 
C 
tu vais ver	só 
E	C 
o pé de vento que se v	ai levantar	 
Bb 
comigo a rodop	iar ...coça... 

G	C 
Coça, coça a barr	iga pantominas 
A	D 
C	oça, coça a barr	iga Patavinas 
G7	C 
eu sou o 'Coça Barr	iga' 
G	C 
coça, coça a barr	iga vitaminas 
A	D 
c	oça, coça a barr	iga nicotinas 
G7	C 
Eu sou o 'Coça Barr	iga' 

G7	C	G7	C	G7	C	G7	C 

G 
os meus olhos são vaga-lumes 
inquietos num claro vazio 
vacilam em noites suicidas 
insinuam despedidas 
à deriva meu navio 
amanhã não sei o que virá 
o que será 
dá saudades minhas lá no bairro 
Cara-Linda 
vou partir como um condenado 
amargo e desfuturado 
achincalhando no fundo 
e ao chegar à beira mundo 
abrir então os meus braços 
p'ra me lançar no espaço 
vou-me rir muito 
vou gozar mais 
vou cantar o sol-e-dó 
perder-me em doses fatais 
tu vais ver só 
o pé de vento que se vai levantar 
comigo a rodopiar 

Coça, coça a barriga pantominas 
Coça, coça a barriga Patavinas 
eu sou o 'Coça Barriga' 
coça, coça a barriga vitaminas 
coça, coça a barriga nicotinas 
Eu sou o 'Coça Barriga' 

bate forte meu coração 
salta minha fera encurralada 
já ninguém ouve o teu pregão 
tua mais linda canção 
futurando as madrugadas 
vou fugir contigo p'ra Manágua 
Olhos-d'Água 
ainda um dia destes sou feliz 
por um triz 
darei largas à minha loucura 
e já ninguém me segura 
quando eu voltar sonhador 
eu hei-de ser belo e sedutor 
tu vais por uso e costume 
enlouquecer de ciúmes 
vou-me rir muito 
vou gozar mais 
vou cantar o sol-e-dó 
perder-me em doses fatais 
tu vais ver só 
o pé de vento que se vai levantar 
comigo a rodopiar 

Coça, .... 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar