O samba é oriundo

Estatuto do samba

Tom: E
Introdução: E 
  E      F#m7         G#m7 
O samba é oriundo do jongo 
B7                 E 
Foi bate pé no quilombo 
C#7     F#m7                    B7          E 
É coisa séria do arco da velha vamos respeitar 
   C#7          F#m7 
É o samba de sinhô 
   B7           E 
É o samba de sinhá 
     B7            F#m7 
Foi consolo pra ioiô 
    B7             E  B7  (2ªX  E) 
Foi consolo pra iaiá     
  C#7                   F#m7 
É coisa que envolve a raça 
           B7                     E 
Cultura que a massa tem que se ligar 
            Bm7 
É rima de Aniceto 
               E7 
De Donga e Guineto 
         A7+ 
Noel e Anescar 
                   Am6 
É coisa de Zé com fome 
                               G#m7 
Que fez o seu nome no mundo do samba 
  C#7                F#m7 
Candeia grande baloarte 
              B7 
Que dentro da arte  
               E 
Mostrou que foi bamba 
Refrão 
  C#7                 F#m7 
É samba que pisa na terra 
               B7 
Com paz e sem guerra  
           E 
Louvar a orixá 
               Bm7 
É oferenda pros deuses 
        E7               A7+   A6 
Poema sublime pro povo entoar 
                Am6 
Hoje é samba de elite 
                              E 
Tem quem admite lhe abrindo a sala 
   C#7                 F#m7 
Mas antes foi canto sofrido 
             B7                 E     B7 
Que trouxe o gemido de lá da senzala.. 
 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar