Refrão de Bolero

Engenheiros do Hawaii

Tom: Bm
E |-------------------|------------------------| 
B |-------------------|------------------------| 
G |-------------------|------------------------| 
D |-------------------|--------------------4---| 
A |-------------------|-------5---2--0-----4---| 
E |---2--5---7--------|--7-----------------2---|
Bm F#m Eu que falei nem pensar G E/G# Agora me arrependo roendo as unhas A Frágeis testemunhas A#º De um crime sem perdão Bm F#m Mas eu falei sem pensar G E/G# Coração na mão, como o refrão de um bolero A Eu fui sincero A#º Como não se pode ser Bm F#m Um erro assim tão vulgar G Nos persegue a noite inteira E/G# E quando acaba a bebedeira A A#º Ele consegue nos achar Bm F#m Num bar, G Com um vinho barato E/G# Um cigarro no cinzeiro A A#º E uma cara embriagada no espelho do banheiro Bm F#m G A Ana, teus lábios são labirintos Bm F#m Ana G A Bm F#m Que atraem os meus instintos mais sacanas G A Teu olhar sempre distante Bm F#m G A Sempre me engana Bm F#m Eu que falei nem pensar G E/G# Agora me arrependo roendo as unhas A Frágeis testemunhas A#º De um crime sem perdão Bm F#m Mas eu falei sem pensar G E/G# Coração na mão, como o refrão de um bolero A Eu fui sincero A#º Como não se pode ser Bm F#m Um erro assim tão vulgar G Nos persegue a noite inteira E/G# E quando acaba a bebedeira A A#º Ele consegue nos achar Bm F#m G E/G# A A#º Num bar Bm F#m G A Ana, teus lábios são labirintos, Bm F#m Ana G A Bm F#m Eu sigo a tua pista todo dia da semana G A Bm F#m G A Eu entro sempre na tua dança de cigana Bm F#m G A Ana, teus lábios são labirintos, Bm F#m Ana G A Bm F#m Que atraem os meus instintos mais sacanas G A Bm F#m G A Teu olhar sempre distante sempre me engana G A Bm F#m Eu sigo a tua pista todo dia da semana G Bm F#m Todo dia, todo dia da semana G A Bm F#m Eu sigo a tua pista todo dia da semana G A Bm F#m Ana Nem pensar...

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar