Viola Malvada / Cuitelinho

Élcio Dias e Amorim

Tom: A
 E        A 
Chora viola marvada  
       E           A 
No punho da minha mão  
       A7          G 
Que a lua tá desgarrada  
                    A 
Tá perdida no sertão  
     D             G 
Lua nova , cara inchada  
       E           A 
Pinta tudo de azulão  

 A 
Cheguei na beira do porto 
                    E 
Onde as ondas se espáia 
    A 
As garça dá meia volta 
                      E 
E senta na beira da praia 
                    E7 
E o cuitelinho não gosta 
                     A               
Que o botão de rosa caia, ai, ai, ai 

              A 
Aí quando eu vim de minha terra 
                 E 
Despedi da parentaia 
       A 
Eu entrei no Mato Grosso 
                    E 
Dei em terras paraguaia 
                E7 
Lá tinha revolução 
                    A               
Enfrentei fortes bataia, ai, ai, ai 

    A 
A tua saudade corta 
               E 
Como aço de navaia 
       A 
O coração fica aflito 
                   E 
Bate uma, a outra faia 
                  E7 
Os óio se enche d`água 
                        A   
Que até a vista se atrapaia, ai, ai, ai 

A 
A tua saudade corta 
               E 
Como aço de navaia 
       A 
O coração fica aflito 
                   E 
Bate uma, a outra faia 
                  E7 
Os óio se enche d`água 
                        A   
Que até a vista se atrapaia, ai, ai, ai 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar