João Saudade

Clóvis Mendes

Tom: E
Intro: E B7 A B7 E A G#m B7 A G#m F#m E B7 E 

 E                                                     B7 
No estilo da estampa um resto de pampa, farrapo nos trapos 
                                                 E 
Bombacha já rota, melena revolta e um jeito de guapo 
                                            B7 
Chapéu deformado, o lenço rasgado ainda bandeira 
                 A            G#m     F#m        E     E7 
Guaiaca roída, rimando com a vida do João da Fronteira 

               A                                  B7 
(Porque, Oh! João, deixaste o galpão e a lida campeira 
                       A          G#m     F#m     E   E7 
Pra ser na cidade mais um João Saudade sem eira nem beira 
              A                          F#      B7 
Porque, Oh! João, deixaste o galpão e a lida campeira 
                       A          G#m     F#m        E7 
Pra ser na cidade mais um João Saudade sem eira nem beira) 

(Intro) 

E                                                 B7 
O João da favela que a vida atrela a um carro de mão 
                                                E 
É João lá de fora, repontando agora papel, papelão 
                                                        B7 
E assim quem diria, que a sorte um dia lhe desse esse pealo 
                         A        G#m     F#m       E  E7 
O João já nem sente, que ontem ginete é hoje o cavalo 

               A                                  B7 
(Porque, Oh! João, deixaste o galpão e a lida campeira 
                       A          G#m     F#m     E   E7 
Pra ser na cidade mais um João Saudade sem eira nem beira 
              A                          F#      B7 
Porque, Oh! João, deixaste o galpão e a lida campeira 
                       A          G#m     F#m        E7 
Pra ser na cidade mais um João Saudade sem eira nem beira) 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar