A Voz Do Violão

Claudia

Tom: D
              D                    A7                   D D/F#  
Não queira meu amor saber da mágoa  
      B7                            Cdim            Em   F#dim  
Que sinto quando a relembrar-te estou  
Gdim       A#dim          A7                   D   B7    
Atesta ante os meus olhos rasos d´agua  
  Em                     A7                     D  G  D  A7  
A dor que a tua ausência me causou  
D                A7                      D D/F#  
Saudades, feridas me devoram 
  B7                         Cdim                 Em  F#dim  
Lembranças do teu vulto que nem sei  
  Gdim             A#dim                      D  B7  
Meus olhos incessantemente choram  
   Em                  A7                  D  
 As horas de prazer que já passei  
  F#                                         Bm 
Porém, neste abandono interminável  
E                      A                    D  B7    
No espinho de tão negra solidão  
                                              E        A7 
Eu tenho um companheiro inseparável  
                                                 D  
Na voz do meu plangente violão 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar