Tenho Ciúme De Tudo/a Dama De Vermelho/brigas

Bruno e Marrone

Tom: F
(Tenho ciúmes de tudo) 
Introdução: F, Gm, C, F, Dm, Gm, C, F, Bb, C    

       F                   Dm                         Gm 
    Tu és a criatura mais linda que os meus olhos já viram 
        C                                          F 
    Tu tens a boca mais linda que a minha boca beijou 
                                    Dm                         Gm 
    São meus os teus lábios, esses lábios que os meus desejos mataram 
         C                                                  F 
    São minhas tuas mãos, essas mãos que as minhas mãos afagaram  
Dm                 Gm               C                F 
    Sou louco por ti, eu sofro por ti, te amo em segredo 
                         Gm                        C              F 
    Adoro o teu corpo divino que pelas mãos do destino a mim tu viestes 
Dm                  Gm                C                   F 
    Tenho ciúme do sol, do luar e do mar, tenho ciúme de tudo 
                  Gm    C         (C)*                              *parada 
    Tenho ciúme até da roupa       
            F        Bb       F 
    Que tu vestes 

(A Dama de vermelho) 
F, Gm, C, F, Dm, Gm, C, F        

F       F                Am                 Bb                    C 
    Garçom, olhe pelo espelho a dama de vermelho que vai se levantar 
                       Bb                  C                            F 
    Note que até a orquestra fica toda em festa quando ela sai para dançar 
                           Am                  Bb          Bb Am Gm 
    Essa dama já me pertenceu e o culpado fui eu da separaçãã...ãão 
     Bb     C        F      Dm             Gm           C          F 
    Hoje, choro de ciúme, ciúme até do perfume que ela deixa no salão 
             Gm 
    Garçom amigo 
  C                        F   Dm                       Gm   C                   F              
    Apague a luz da minha mesa,   eu não quero que ela note    em mim tanta tristeza 
  Dm                   Gm   C                 F             
    Traga mais uma garrafa,   hoje vou embriagar-me 
  Dm                       Gm   C                     F Bb F  E  
    Quero dormir para não ver     outro homem te abraçar 

(Brigas) 
A         A                  F5+            F#m         Bm F# 
    Veja só, que toliçe nós dois brigarmos tanto assim 
          Bm                  G             E 
    Se depois vamos nós a sorrir, ficar de bem no fim 
           A                                          D 
    Para que, maltratarmos o amor? O amor não se maltrata, não 
                                    Dm                E 
    Para quê? Se essa gente o que quer é ver nossa separação 
          A                  F5+            F#m         Bm F# 
    Brigo eu, você briga também por coisas tão banais 
          Bm                 G                E  
    E o amor, em momentos assim morre um pouquinho mais 
             A                                 D                  Dm  
    E ao morrer então é que se vê que quem morreu fui eu e foi você 
               C#m F#m        Bm     E 
    Pois sem amor    estamos sós 
               F      G      A 
    Morremos nós 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar