Baihuno

Belchior

Tom: G
(intro 2x) G D C   

G                        D 
Ja que o tempo fez-te a graca de visitares 
   C            D7 
O norte,leva noticias de mim 
G                  D 
Diz aqueles da provincia,que ja me viste 
    C                       D7 
A perigo,na cidade grande enfim 
G                   D 
Conta aos amigos doutores,que abandonei 
    C                      D7 
A escola,pra cantar em cabares 
C                  G 
Baioes,Barbaros,Baihunos,com a mesma 
        C                                 G 
Dura ternura que aprendi na estrada e em Tche 
C               D                       C 
Ah metropole violenta,que exterminas miseraveis, 
                     D7 
Negros parias teus meninos 
C                      D                      C                       D 
Mais uma estacao do inferno,Babilonia,Dante eterno,a Minas outros destinos 
C                 D                           C                        D7 
Conta aquela namorada,que vai ser sempre meu ceu ,mesmo se eu virar estrela 
C                     D                       C                            D7 
Que aquelas botas de couro,combinam com meu cabelo,ja tao grandes quanto o dela 
Bb        C         D                        C                         D 
E no que toca a familia,da-lhe um abraco apertado,que todos possam embarcar 
C                G                        C                      G 
Fora da lei,procurado,me convem familia unida,contra quem me rebelar? 
C                 D                     C                  D7 
Cai o muro de Berlim,cai sobre ti,sobre mim,nova ordem mundial 
  C                   D                          C                    D 
Camisa de forca e de venus,ha quem compraria ao menos o velho gozo animal 
G                        D                    C              D7 
Ja que o tempo fez-te a graca de visitares o norte,leva noticias de mim 
G               D                         C                        D7 
O cara caiu na vida ,vendo seu mundo tao certo,assim tao perto do fim 
G                 D                          C                   D7 
Da flores ao comandante ,que um dia me dispensou ,do servico militar 
C                      G                       C                           G 
Ah, quem precisa de herois,feras que matam na guerra e choram na volta ao lar 
C                  D                   C                       D7 
Genios do mal tropicais,poderosos,bestiais,vergonhas de mae gentil 
      C                   D                    C                       D 
Fosse eu ,Chico,Gil e Caetano encantaria todo Fano,os anais da gerra civil 
C                    D                          C                         D7 
Ao pastor de minha igreja,reza que esta ovelha negra,jamais vai ficar branquinha 
C                     D                      C                        D7 
Nao vendi a alma ao diabo,o diabo viu mal negocio,nisso de comprar a minha 
Bb      C            D                      C                          D 
Se meu pai,se minha mae,se perguntarem sem jeito,onde foi que agente errou 
C               G                         C                          G 
Elogiando a loucura,e pondo me entre sonhadores,diz que o show ja comecou 
C                 D                     C                       D7 
Trogloditas,traficantes,neo-nazistas,farsantes,barbaria e devastacao 
C                        D                         C                        D 
O rinosseronte e mais decente,do que essa gente demente,do ocidente tao cristao 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar