História Do Tico

Baitaca

Tom: D
Intro: D A7 D A7 D A7 D A7 

            D                  A7 
Conheci um tipo, apelidado de Tico 
                                              D 
Gostava de meter o bico em baile, festa e carrera 
                                 A7 
Torto, careca, tipo grosso e tabacudo 
                                         D 
Fedorento e cabeçudo e tudo levado a casqueira 

            D                   A7 
Analfabeto, mal vestido e sem valor 
                                          D 
Metido a conquistador, apaixonado por fandango 
                                      A7 
Tomava um trago e depois que se embriagava 
                                               D 
Pagava a entrada e entrava e já seguia esculhambando 

           D                         A7 
Te acalma Tico, por favor te ajeita Tico 
                                  D 
Que a mulherada promete te dar o fim 
                                    A7 
Tipo tarado, enxerga mulher já se avança 
                                         D 
Vá pedi pro segurança agarrá o Tico pra mim 

          D                          A7 
Te acalma Tico, por favor te ajeita Tico 
                                  D 
Ache uma prenda que te tape de carinho 
                                  A7 
Tu reconheça que tem que criá respeito 
                                          D     A7 D A7 
Se continuar deste jeito tu vai acabar sozinho 

          D                         A7 
O Tico véio é desses criado em bombacha 
                                                 D 
Bebe um pouco e se emborracha e começa a fazer folia 
                                 A7 
Até nos quarto, Tico vem e Tico vai 
                                             D 
E naquele entra e sai, incomoda até clariá o dia 

             D                        A7 
Num canto escuro que o segurança não viu 
                                        D 
O bagaceira cuspiu nas pernas de uma senhora 
                                      A7 
Pois só Deus sabe a vergonha que eu passei 
                                           D 
Embrabeci e me invoquei, tirei o Tico pra fora 

           D                         A7 
Te acalma Tico, por favor te ajeita Tico 
                                     D 
Vê se me entende, por incrível que pareça 
                                  A7 
Vi uma mulher gritar no meio do povo 
                                            D 
Que se tu entrar de novo te dá um táio na cabeça 

D                                   A7 
Te acalma Tico, por favor te ajeita Tico 
                                  D 
Ache uma prenda que te tape de carinho 
                                   A7 
Tu reconheça que tem que criá respeito 
                                           D 
Se continuar deste jeito tu vai acabar sozinho 

          D                    A7 
Lá pelas tantas o Tico se revoltou 
                                           D 
Embrabeceu e levantou, tipo lacaio e fiasqueiro 
                                     A7 
Chamou o porteiro de beiçudo e boca-torta 
                                                  D 
Escarrou grosso na porta já loco pra entrar pra dentro 

            D                       A7 
Disse o porteiro, índio de muita coragem 
                                           D 
Já falei com a patronagem, aqui tu não volta mais 
                                       A7 
Se revoltaram e fizeram-lhe um tempo quente 
                                                D 
Cuidavam o Tico na frente e o Tico entrava por trás. 

          D                          A7 
Te acalma Tico, por favor te ajeita Tico 
                                        D 
Garra capricho e não me volta mais pra sala 
                                     A7 
Que eu já rezei pedindo perdão pra Cristo 
                                             D 
Porque eu nunca tinha visto um tipo da tua igual 

           D                          A7 
Te acalma Tico, por favor te ajeita Tico 
                                  D 
Ache uma prenda que te tape de carinho 
                                  A7 
Tu reconheça que tem que criá respeito 
                                          D 
Se continuar deste jeito tu vai acabar sozinho 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar