Imensidão

Arthur Noronha

Tom: Bm
Intro:  Bm  D  A  
        A  B  F#m 
        A  B  F#m 

Bm                          D 
Contava as estrelas que eu via  
      A 
No escuro do céu  
Bm                 D 
E logo via no horizonte  
             A 
Algo que não era normal  
      F#m    A 
Era o vento  
      F#m    A 
Era o vento  
     Bm                        D 
E nesses olhos tristes que choravam  
       A 
Toda chuva que caía  
Bm                   D          A 
Que parecia algo estranho e eu nem sabia  
      F#m   A 
Oque era  
      F#m   A 
Oque era  
G                       D 
No meu chapéu então molhava  

    Bm       E           Bm    E 
As tuas lágrimas caídas pelo chão 
           Bm         E           F# 
No meu sertão corria até a imensidão  

   G#m B C#    G#m B C#        G#m     B     C#         E 
A imensidão do imaginar é tão grande como as águas dos rios 
F#   G#m 
E do mar  
   G#m B C#    G#m B C#        G#m     B      C# 
A imensidão do imaginar é tão grande que nem posso  
         E F# G#m 
Compreender    não  

Solo: A  B  F#m  
       A  B  F#m 

Compartilhe esta música: novo

QR Code
Copiar